Criando riscos luminosos de fundo

7

Técnica com flash para deixar borrões de luz no fundo das suas fotos.

“Tem várias lomografias que apresentam riscos luminosos dando um efeito super legal. Como é que se faz isso?” foi o que o secomedia perguntou num post um tempo atrás.

Esses riscos são as luzes mais fortes da cena, que aparecem borradas se você deixar a câmera tremer ou se mexer ela de um lado pro outro enquanto estiver fazendo a foto. Isso é muito comum de acontecer quando se usa o modo Bulb (B) e nenhum tripé. Acontece que quando a gente treme a mão não vão ser só essas luzes que vão aparecer borradas, mas tudo na foto. O truque para deixar só as luzes fortes borradas, e não o resto da foto, é usar um flash para congelar o assunto principal da sua foto enquanto faz ela em modo B.

a) Tire o flash da câmera e já deixe ele ligado; b) com a câmera em modo B, aponte pro seu alvo e dispare; c) ainda pressionando o botão do obturador, e após pouco menos de 1s, dispare manualmente o flash na direção do que você quer que não saia borrado na foto; d) solte o botão do obturador e pronto.

O que aconteceu aqui foi que enquanto você estava fazendo a foto em modo B, a lente da sua câmera estava aberta e captando toda luz que chegava nela. Se você escolheu uma cena noturna, por exemplo, só as luzes mais fortes foram registradas nos primeiros instantes, porque as luzes mais fracas precisam de mais tempo para serem captadas pelo filme. Se você mexeu a câmera essas luzes fortes ficaram borradas no negativo. Ainda com a lente aberta você disparou o flash contra o seu assunto principal, banhando ele de luz, e essa luz foi registrada. Como o flash é instantâneo, nem dá tempo de você tremer a mão, por isso a imagem não vai ficar tremida.

Prefira filmes lentos, abaixo de ISO 400, para esse tipo de fotografia, tanto para uso à noite quanto durante o dia, pois assim você vai poder deixar a lente aberta por mais tempo antes de disparar o flash, pegando mais luz ambiente e acentuando o efeito.

Experimente essa técnica também em lugares pouco iluminados, não necessariamente à noite. Com só um pouco de luz no fundo, como na iluminação de uma sala pequena com uma lâmpada comum, você vai ver uma “névoa” de coisas tremidas se formar ao redor do assunto principal, que recebeu o flash.

written by grazzera on 2010-02-26 #gear #tutorials #tipster #flash #dica #tecnica

7 Comments

  1. pauladavies
    pauladavies ·

    e light painting? vai no mesmo caminho? obturador aberto e lanterna?

  2. codevilla
    codevilla ·

    câmeras com modo B e disparo em segunda cortina são a salvação mais simples para tal.
    mesmo assim, câmeras que disparam na primeira, como a holga, também dão resultados interessantes, como este: www.flickr.com/photos/codevilla/2528777747

  3. grazzera
    grazzera ·

    Exatamente, Paula. Para light painting a diferença é que em geral você vai querer deixar a câmera parada, num tripé, para os traços de luz ficarem bem definidos. a) Abra o obturador; b) faça o desenho com a luz no ar; c) depois, se for o caso, posicione a pessoa/objeto na foto; d) dispare o flash para registrar a pessoa/objeto por cima dos traços que você fez!

  4. secomedia
    secomedia ·

    Nossa adorei! Não imaginava que vocês fossem me atender tão prontamente. Agradeço muitíssimo pelas instruções!

  5. katarinaoioioi
    katarinaoioioi ·

    tenho uma holga 120 gcfn, que já tem o flash...como faço?

  6. grazzera
    grazzera ·

    Katarina. Desculpe mas só vi seu comentário agora. Fazia tempo que não passava pela minha home... Respondendo sua pergunta, faça assim. Coloque sua Holga em velocidade B e faça o caminho inverso do que diz a dica. Pressione o botão de diaparo; o flash vai disparar e congelar o que estiver ao alcance da luz dele; mantenha pressionado o botão para borrar as luzes de fundo. Boas fotos!

  7. lucasnmnm
    lucasnmnm ·

    Genial, eu estava em busca de como fazer Light Painting com minha Holga GCFN também, obrigado pelas instruções, será muito útil.

More Interesting Articles