Como cuidar da sua Olympus Trip 35

1

A Olympus Trip é uma ótima câmera. E robusta também! Mas isso não significa que ela não precise de cuidados especiais. Veja aqui como cuidar da sua.

A Olympus Trip é uma ótima câmera. Ela foi fabricada de 1967 a 1984 no Japão e vendeu mais de 10 milhões de unidades. Isso é bom, porque significa que você poderá facilmente obter uma em bom estado de conservação.

É uma clássica câmera “point and shoot” (mire e dispare). O sistema de focagem é zonal, com quatro opções: 1m, 1.5m, 3m e infinito. A abertura das lentes Zuiko pode ser ajustada manualmente de f.2.8 a f22, além de apresentar o modo automático “A” (recomendado). Há apenas duas velocidades de disparo, 1/40s e 1/200s. Quando no modo A a câmera escolherá a velocidade apropriada; quando a abertura é ajustada manualmente, a câmera disparará apenas a 1/40s.

O sistema de exposição automática funciona a partir de uma célula de selênio acoplada às lentes. No modo A, este sistema escolherá a abertura e a velocidade adequadas à situação. Além disso, o ISO do filme que você está usando deverá ser selecionado manualmente em um anel também acoplado às lentes. Se não houver luz suficiente para a foto uma bandeira vermelha aparecerá no visor e a câmera se recusará a disparar. O visor tem marcações para correção de paralaxe.

Veja algumas fotos que tirei com ela (ela adora filmes PB!):

Seu corpo é robusto e sua mecânica é muito precisa. Mas a sua robustez não dispensa cuidados! E é sobre isto que falaremos agora.

Como dito, a exposição automática funciona com base em uma célula foto-elétrica de selênio. Com o tempo esta célula gasta, inutilizando a câmera. Mas há um remédio! A vida útil da célula é medida por tempo de exposição à luz. Então, quando não estiver fotografando, mantenha as lentes tampadas ou a câmera dentro do case. Se você não tiver nenhum dos dois, deixe-a dentro de uma mochila ou saquinho escuro. Isto prolongará a vida útil da sua Trip por muitos e muitos anos!

O meu exemplar era de um familiar. Foi fabricada em outubro de 1978, mas foi mantida guardada por quase todo este tempo. Está como nova! Este é um cuidado especial para a Trip. Mas além disso, outras coisas básicas devem ser lembradas, como para qualquer câmera.

Água, poeira, areia e neve não são boas ideias. Por ser um mecanismo de grande precisão, quedas, batidas e manejo brusco também devem ser evitados. As lentes Zuiko são de excelente qualidade, então preserve-as! Evite o toque direto nelas, utilize a tampa das lentes sempre que não estiver fotografando e, se possível, utilize um filtro UV para proteção (sim, ela comporta filtros!).

Com estes cuidados a sua Trip será sua companheira por muitos e muitos anos, será usada por seus filhos e, quem diria que não, por seus netos!

written by gregoriobruning on 2012-03-06 #gear #tutorials #trip #camera #cuidado #olympus #tipster #35 #dica #camera #preservacao

Kickstarter

Bringing an iconic aesthetic to square format instant photography, the Diana Instant Square fills frames with strong, saturated colors and rich, moody vignetting. Built to let your inspiration run wild, our latest innovation features a Multiple Exposure Mode, a Bulb Mode for long exposures, a hot shoe adapter and so much more! It’s even compatible with all of the lenses created for the Diana F+ so that you can shake up your perspective anytime, anywhere. No two shots will ever be the same. Back us on Kickstarter now!

One Comment

  1. unreveur
    unreveur ·

    Belo artigo! Minha trip está com um problema que eu não sei o que é. Tirei várias fotos com ela, e quando eu as revelei saíram sem imagem... Ou as que aparecem alguma coisa, ficaram borradas e pouco nítidas. :/

More Interesting Articles