A Triste História de Um Pato

Na minha cidade, não costumo prestar atenção em patos, porque existem muitos deles nos parques. Mas esse que conhecemos em Istambul era especial. Leia adiante para saber o motivo.

Créditos: shoujoai

Conhecemos o pato em nosso primeiro dia em Istambul. Fiquei bastante intrigado em saber por que um pato estava parado na rua em frente a um restaurante e um cabeleireiro. Falei para minha namorada: “Acho que esse pato não vai durar muito tempo aí”.

No dia seguinte, ao passarmos pelo menos lugar, o pato estava lá novamente! Ficamos muito surpresos. Todos os dias o víamos. O pato parecia desaparecer magicamente durante a noite, mas sempre voltava ao seu lugar habitual na manhã seguinte.

Começamos a realmente gostar desse pato. Ele sempre nos ajudava a achar o caminho de volta ao hotel (entre no caminho da mesquita azul, esquerda, direita, siga a rua até o pato e vire a direita novamente…), e, toda vez que passávamos por ali, tirávamos uma foto dele. O pato era um pouco tímido, pois se afastava um ou dois passos de nós, fazendo um ‘quack’ gentil.

Créditos: shoujoai

Me perguntava de onde vinha esse pato e por que ele ficava parado todo os dias na esquina da Mimar Mehmet Aga Cd e Akbiyik Cd. Ele nunca fugia dali.

Um dia, vimos o pato entrando o cabeleireiro e descobrimos que ele passava a noite dentro do estabelecimento, numa caixa. Apenas uma caixa com um buraco do lado, grande o suficiente para que ele pudesse enxergar o mundo lá fora.

Na última manhã, no nosso caminho para o aeroporto, eu quis tirar uma foto de despedida do pato. Fiquei pensando por que ele não estava em seu lugar habitual, procurando-o com meus olhos. E, de repente, eu vi: sua caixa estava jogada na rua, atropelada por um carro, com várias penas em volta.

O que aconteceu com o pato?

Créditos: shoujoai

written by shoujoai on 2012-01-31 #animal #lifestyle #istanbul #rua #lomography #cidade #morte #historia #viagem #pato #lifestyle-analogico
translated by giuli

More Interesting Articles