Criando Light Leaks com Café

11

Para criar light leaks, aquelas áreas superexpostas e charmosas nas suas fotos, você não precisa abrir a câmera; você pode banhar o filme com café!

Aqui vai uma experiência com café.

Na primeira vez, eu usei um filme negativo normal, e na segunda usei um slide.

Este é o álbum do negativo, e este o do slide.

Em ambos os casos o café criou bolhas de cor bem interessantes, então eu fiquei curiosa para saber o que o café faria com um filme preto e branco.

Em vez de bolhas de cor, resultou em light leaks sem a necessidade de abrir a câmera e superexpor o filme.

Você pode encontrar todas as fotos da sessão aqui.

written by t82 on 2011-12-02 #gear #tutorials #cafe #tipster #scanner #dica #light-leaks #camera #dica-rapida #modificacao-de-camera
translated by monamarques

11 Comments

  1. tairamosleal
    tairamosleal ·

    O filme foi banhado antes ou depois de fotografar?

  2. monamarques
    monamarques ·

    @tairamosleal, no artigo original, o autor não explicou isso. Mas sei que foi feito desta forma:
    1. O rolo foi imerso em café quente
    2. O filme foi posto para secar num quarto escuro por algumas horas, o filme fora do rolo.

    Acredito que tenha sido feito depois de fotografar, mas posso estar errada.

  3. monamarques
    monamarques ·

    Ah! Mais um detalhe: Depois de banhado em café quente, o filme foi lavado em água corrente fria.

  4. amdre
    amdre ·

    Me falaram que é ligeiramente arriscado fazer esses experimentos de 'mergulhar o filme em algo' antes de fotografar, porém a minha câmera está carregada com um filme desses, inclusive já bati algumas fotos... será que isso representa algum risco real para a câmera, mesmo o filme estando seco antes de colocá-lo na câmera?

  5. monamarques
    monamarques ·

    @amdre, o que já aconteceu comigo: Fiz um experimento com um filme e o coloquei na máquina já seco. Mas sei lá o que fiz de errado, acabou que o filme ficou endurecido e a minha câmera rasgou algumas partes dele. Daí veio o problema: ficaram pedacinhos lá dentro, eu não os vi e eles entraram pelas partes da câmera, travando a rodinha de avanço do filme. Nos dois filmes seguintes que eu usei, a rodinha ficou travando e a parte de cima do trilho rasgava. Eu tive que limpar a câmera, meticulosamente, com pincel e pinça. Fiz isso abrindo a parte de cima dela (é uma Diana Mini).
    Mas, bem, acho que fiz algo errado no experimento. Não é possível. E toda essa galera que posta essas dicas de experimento por aí?
    Vamos trocar mais ideias. Adoro experimentos, mas fiquei com medinho depois disso. =[
    Abraço!

  6. amdre
    amdre ·

    @monamarques Que estranho o filme endurecer assim, rs. No que você tinha mergulhado o seu?
    Também tenho uma Diana Mini, mas decidi não usar o tal filme mergulhado em várias coisas nela (o meu foi em vinho, água sanitária, bicarbonato e café - quantidades bem pequenas de cada um, rs). Coloquei um filme numa Canon Prima Quick, uma câmera bem 'automática' (rebonina e passa o filme sozinha) que minha mãe tem guardada até hoje porém nunca usa. Isso pq não tem nem dois meses que comprei a Diana Mini e não sou muito habilidoso para consertar objetos :p
    Estou ansioso para ver como as fotos vão sair (se é que vão sair). O que observei lendo alguns artigos é que algumas pessoas só mergulham os filmes depois de tiradas as fotos, já outras, antes. E os que tem alguma Dark Room disponível, retiram o filme todo do potinho para secar manualmente. Caso dessa vez não dê certo, vou testar mandar revelar o rolo de filme antes e depois mergulhar os negativos, secá-los e então mandar para algum laboratório para digitalizar e ver no que deu, assim não dá perda total no filme e fotos... :)

  7. monamarques
    monamarques ·

    @amdre, eu sacudi o filme, um daqueles vagabundinhos de 3 reais que vendem aqui na Lomography, numa coqueteleira com água quente e sabão em pó. Hahaha. Acho que deveria ter feito isso depois de tirar as fotos, mas enfim... =P

  8. luzia
    luzia ·

    @monamarques, obrigada, o artigo estava totalmente incompleto!

    dúvida bem básica: alguém tem alguma dica de como rebobinar o filme deixando a pontinha pra puxar de novo?

  9. monamarques
    monamarques ·

    @luzia, o que eu faço (e pelo visto acho que só existe essa forma): Eu rebobino o filme num lugar não muito barulhento, com minha sensibilidade bem aguçada. Com a câmera pertinho do ouvido e as mãos atentas às vibrações do filme girando lá dentro, dá pra saber quando o filme se desconectou daquela pontinha que o segura na câmera (sabe do que eu tô falando?). Isso significa que boa parte dele já entrou no rolo e só resta aquela partezinha do início.

    Ou então você pode grudar a ponta inicial do filme com fita durex nessa tal parte que gira que eu não sei o nome (foi mal). Mas isso eu nunca tentei... Acabei de ter essa ideia.

  10. daniellobianco-souza
    daniellobianco-souza ·

    Alguem pode me explicar detalhadamente como posso fazer o processo, talvez a @monamarques que parece ja ter feito isto pode me explicar e responder algumas coisas, devo mergulhar o rolo em café quente por quanto tempo ? e como posso seca-lo? to muito curioso sobre os resultados. desde já agradeço

  11. monamarques
    monamarques ·

    @daniellobianco-souza
    Eu só traduzi o artigo. =[
    Tá certo que traduzi pq achei legal, mas como tutorial ele é bem pobrinho mesmo. Uma vez tentei fazer uma experiência com sabão em pó e água quente. Depois lavei o rolo em água corrente (fria), mas não deu certo. O filme endureceu na câmera e estragou o contador da minha diana mini.
    Um amigo meu disse que a água corrente talvez tenha lavado a prata, sei lá o que, do filme. Mas eu não sei confirmar nem explicar.

    Qd voltar a fazer experiências, prometo que volto aqui e conto tudo.

More Interesting Articles