Resenha LomoKino: Uma Introdução à Kino

A câmera que grava cenas inteiras – captura movimento, cor, momentos e cenário! Com apenas o girar de uma manivela, enquanto você olha pelo visor para enquadrar sua cena corretamente, você pode criar um filme. Um filme análogo. Quem imaginaria que a Lomography iria tão longe? Eu com certeza não, mas o que se sabe? Eles me surpreenderam novamente com a LomoKino!

Photo by nadinadu

Quando eu ouvi pela primeira vez que o novo produto seria uma câmera filmadora, eu tive alguns sentimentos misturados sobre ela. Primeiro eu estava, claro, extremamente animada! É uma aventura completamente nova, na minha opinião! Mas então, eu tive algumas dúvidas sobre isso. A primeira coisa que veio à minha mente foi como na Terra a LomoKino funcionaria e como o resultado ficaria. Essas são duas coisas bem fáceis de responder! Assim como antigamente, filmes são apenas um monte de fotos. Algo como stop-motion. A LomoKino apenas torna isso mais fácil e fluido na hora de filmar!

Logo após ter essas duas respostas, perguntas ainda mais complicadas surgiram em minha mente. Apesar de filmar com a LomoKino seja como tirar um monte de fotos, o conceito é muito diferente. Você não está apenas capturando uma foto sozinha. Não está tentando conseguir aquela imagem exata e linda que você quer. Você está fazendo isso vezes 100! Outra pergunta que intrigou minha mente foi o que filmar. Eu deveria ter um enredo ou apenas filmar ao meu redor? Com uma foto isso é muito mais fácil. Você tira a foto do que você quiser, o que atrair seu olhar! Você pode pensar "por que não fazer o mesmo com a LomoKino? Mas isso não é tão fácil. Você não quer entediar sua platéia; você quer fazer um filme intrigante, excitante e bonito.

Meus Filmes

Meu primeiro filme foi levemente confuso. Primeiro de tudo, eu tinha gastado metade do filme porque eu continuava checando se estava funcionando e, por acidente, tirava um monte de filme! Minha fotos começaram a ficar sobrepostas enquanto eu filmava e estavam bem confusas e cansativas! Contudo a coisa maravilhosa sobre a LomoKino é que mesmo se seu filme der errado, isso não significa que todas as fotos deram errado! Eu acabei por amar as cores nesse filme e, apesar das fotos separadamente parecerem levemente estranhas, eu ainda gosto muito de algumas delas.

Fotos por nadinadu

Meu segundo filme foi um simples preto e branco. Para esse eu tinha um enredo. Ficaria muito longo explicá-lo agora. Mas eu não tive sucesso em contar a história. Nós filmamos metade dela em uma área levemente mais escura e infelizmente acabou por ser escura demais. Se tem uma coisa que eu aprendi com esse filme, foi sempre usar a LomoKino no sol! Isso te dá os melhores resultados! Mas no final eu ainda estava contente com a minha ideia e talvez eu a termine em um novo rolo de filme algum outro dia! Meu filme foi inspirado por “film noir”. Eu sei que esse não é exatamente o tema correto para um film noir, mas se eu te contasse toda o enredo você entenderia. Film Noir é apenas um época onde os filmes eram escuros, filmados em preto e branco e tinha temas muito depressivos. Mesmo assim foi isso que me inspirou a fazer o que fiz.

Finalmente meu terceiro filme foi um sucesso! Terceira tentativa da sorte, certo? Dessa vez eu estava tentando ser mais criativa. Eu comecei pensando no que faço para deixar minhas fotos criativas. Como múltiplas exposições! Elas sempre transformam uma foto sem graça em uma foto mais interessante! Mas eu não queria qualquer tipo de múltipla exposição. Então eu tive a ideia. Eu lembre de um truque que gosto de fazer. Se você tirar uma foto contra o sol com alguma silhueta na frente da luz e então tirar outra foto com algum tipo de textura em cima dela, você consegue um efeito muito bonito! E se você pode fazer fotos assim, por que não fazer filmes assim, certo? Fazer uma múltipla exposição na LomoKino é muito simples. Tudo o que você precisa fazer é inserir o filme e empurrar na bobina um pouco mais fundo e firme. Assim, após filmar o primeiro filme e rebobinar, o filme ficará preso no final e ficará com uma ponta para fora do rolo. Isso te poupa do trabalho de tentar tirar o filme de dentro da embalagem de algum jeito estranho! E é só filmar de novo! É só isso! Simples! Eu estava um pouco preocupada com meu filme ficando superexposto porque eu usei um filme bastante sensível e expus duas vezes! Eu até pensei em abrir a parte de trás da LomoKino uma hora! Mas funcionou direitinho, para meu alívio. Algum espertinho sempre diz que é uma múltipla exposição, pois algumas vezes o sol passa por algum lugar e expõe as fotos.

No final das contas a LomoKino é uma ótima câmera. Ela engatilha a criatividade e te faz pensar sobre o que quer filmar, como quer filmar, etc. E é muito divertido se sentir como um diretor de cinema. A LomoKino é uma câmera complicada de usar e de se acostumar, mas que não ama um bom desafio?

Eu espero que você tenha gostado de ler minha resenha e muito obrigada à Lomography por ter-me deixado testar a LomoKino! É ótimo ter uma câmera tão especial na minha coleção.

written by nadinadu on 2011-11-09 #gear #review #lomografia #filme #camera #nadinadu #lomokino #lancamento-lomokino
translated by gmartinez

Kickstarter

Bringing an iconic aesthetic to square format instant photography, the Diana Instant Square fills frames with strong, saturated colors and rich, moody vignetting. Built to let your inspiration run wild, our latest innovation features a Multiple Exposure Mode, a Bulb Mode for long exposures, a hot shoe adapter and so much more! It’s even compatible with all of the lenses created for the Diana F+ so that you can shake up your perspective anytime, anywhere. No two shots will ever be the same. Back us on Kickstarter now!

More Interesting Articles