URCA, UMA VIAGEM NO TEMPO ou o erro que virou acerto

9

Sou Lomógrafo há muitos anos, mesmo antes de ter ouvido falar no termo a primeira vez, em 2008 quando um amigo me apresentou a sua Holga 120mm. Afirmo isso porque sempre gostei de câmeras antigas, adoro experimentar com filmes vencidos, procurar ângulos menos convencionais e me surpreender com o que aparecia. Mas apesar de tanta experimentação, essa semana fiquei intrigado com o que aconteceu nesse filme redscale XR 50-200.

O dia estava perfeito para fotografar e eu tinha que dar um tempo enquanto esperava por uma entrevista de emprego em uma galeria de artes num bairro muito charmoso aqui do Rio de Janeiro, o bairro da Urca.
Por esse motivo já saí de casa com minha mochila e a minha Holga 135 BC carregada.
Não precisei ir muito longe, só atravessei a rua. Me chamou a atenção a alegria dos meninos que naquela tarde linda estavam pulando da calçada para o mar, a cena era incrível e procurei não me aproximar muito para não ser notado.
Comecei a lomografar e foi um momento mágico, o sol, o mar, os meninos… segundos que passaram devagar.
Na mesma tarde, louco para ver o resultado das fotos fiz uma coisa que não se deve fazer, revelar o filme num laboratório desconhecido próximo de onde estava. Parecia tão cômodo, esperar uma hora e logo pode ir pra casa scanear o negativo. Mas a pressa e a comodidade muitas vezes saem caras.
Na hora de pegar o filme revelado, o funcionário me disse que quase não o revelava, pois se tratava de um filme ’’pirata’’. Como faço sempre, na loja mesmo olhei o filme e achei estranho o efeito dos buraquinhos aparecendo no meio da imagem e perguntei como isso poderia ter acontecido, o laboratorista não soube responder. Sabíamos que o filme não havia enrolado na máquina, pois estava em perfeito estado e as outras várias possibilidades que apareceram, foram todas descartadas.

Acontece que saí do laboratório desconfiado que eles tenham feito algo de errado com meu filme, algo que tenha a ver com os químicos usados na revelação. Mas olha que o ’’errado’’ deu muito certo, gostei do resultado, mas fiquei intrigado com a imagem dos buraquinhos do negativos aparecendo no meio das imagens, meio diluídas até em algumas fotos. Vocês saberiam me dizem o que aconteceu aqui? Ficaria muito feliz em obter uma resposta, antecipadamente grato.

written by fabioduarte77 on 2011-10-11 #news #rio-de-janeiro-urca-verao-brasil-experimentacoes-vintage

Kickstarter

Bringing an iconic aesthetic to square format instant photography, the Diana Instant Square fills frames with strong, saturated colors and rich, moody vignetting. Built to let your inspiration run wild, our latest innovation features a Multiple Exposure Mode, a Bulb Mode for long exposures, a hot shoe adapter and so much more! It’s even compatible with all of the lenses created for the Diana F+ so that you can shake up your perspective anytime, anywhere. No two shots will ever be the same. Back us on Kickstarter now!

9 Comments

  1. pitfall
    pitfall ·

    Não sei dizer o que aconteceu. Mas achei o "(de)efeito" pra lá de interessante, especialmente na foto em que o mar parece acabar num muro, com crianças brincando na beira e outra saltando! De certa forma, uma interessante surpresa. Se está "certo" ou "errado", é mera questão de ponto-de-vista...

  2. fabioduarte77
    fabioduarte77 ·

    mas aí foi proposital, essa construção da fotomontagem, o erro que virou acerto são os buraquinhos do filme que tornaram super lomograficas as imagens, além da cor e etc...

  3. pitfall
    pitfall ·

    Hum... achei que tinha embolado de forma aleatória... Porque, até pelo fato de os buraquinhos transpassarem a imagem em si, fica a impressão que o filme literalmente deu um nó no processo de revelação! ^^

  4. fabioduarte77
    fabioduarte77 ·

    isso, algo na revelação... ainda bem que no caso ficou ótimo.

  5. benjaminolivares
    benjaminolivares ·

    Muy buena experiencia, es bueno saber capitalizar accidentes; al hacerlo dejan de serlo.

  6. gatokinetik-o
    gatokinetik-o ·

    isso, foi toda uma experiencia lomografica! eu ja diz, adorei as fotos!
    AH! parabéns por seu primeiro artigo, amigo

  7. fabioduarte77
    fabioduarte77 ·

    bonitas palabras benjamin, gracias, e gracias a usted tambiem gatokinetk, que vengam otros...

  8. carolinacosfer
    carolinacosfer ·

    Minha Holga é 120mm. A primeira vez que a usei não sabia que ela usava duas máscaras diferentes e acabei deixando a máscara para 12 poses e fotografei 16. As fotos ficaram todas sobrepostas nos cantos umas com as outras. Acabei gostando do resultado também :) E concordando com a frase do Benjamin!

  9. fabioduarte77
    fabioduarte77 ·

    tb concordo com ele tambem

More Interesting Articles