Petzval_preorder_header_kit

Now Available for Pre-Order - First Come, First Served

Have an account? Login | New to Lomography? Register | Lab | Current Site:

Minhas primeiras x-pro-riências

Revelação cruzada, onde você estava todo esse tempo? Isto sim foi amor à primeira vista!

Eu tinha uns piggies que iam vencer e decidi comprar filmes de vários tipos, entre eles, uma caixa com 3 rolos de Lomo X-Pro. Finalmente ia experimentar revelação cruzada depois de muitas dúvidas: como será?, as fotos ficarão boas? terei coragem de pedir processo cruzado quando levar o filme ao laboratório?

Três rolos depois, o resultado é o seguinte:

Eu testei à noite, na verdade, fiz minha estreia na final da Copa do Mundo; com minha Diana Mini e seu flash vermelho, lomografando todos os momentos de sofrimento e alegria, consegui um efeito genial, tons de vermelhos bem vermelhos. Também fiz testes em shows do FIB – Festival Internacional de Benicàssim e vi como as cores dos holofotes se multiplicarem por mil, transmitindo o ambiente próprio do festival.

Também testei durante o dia em alguns passeios por montanhas, quando consegui uns céus bem azuis e uns campos verdes e amarelos incríveis.

Testei em lugares fechados, graças ao concurso do Hairy Harry e à sessão de fotos a que ele foi submetido com todos os aparatos do meu laboratório. Neste caso, os resultados também me agradaram bastante, mas acho que as fotos ficaram um pouco escuras e, ao mesmo tempo, sobre-expostas nos pontos onde bateu o flash (lembrarei desses detalhes quando for usar os próximos filmes).

E, por fim, não poderia ser diferente, testei embaixo d’água e as bolhas me pareceram ainda mais nítidas e o tom azul-esverdeado suave do fundo da piscina me conquistou p’ra sempre.

Resumindo, como quase tudo que experimentei desde que entrei para a Lomografia, gostei e fui convencida pelo tipo de filme, até comprei um rolo Fuji Sensia e pretendo sair logo para usá-lo! Outra coisa da qual também fui convencida (e esta é, na minha opinião, a única desvantagem) é de que é muito difícil explicar nos laboratórios o que é que você quer e, uma vez entendido, conseguir que façam a revelação sem fazer cara feia. Mas, isto é um mal menor do qual nos esquecemos tão logo pegamos as fotos.

written by mochilis and translated by anarollemberg

No comments yet, be the first

Read this article in another language

The original version of this article is written in: Spanish. It is also available in: English.