This is your last chance to pre-order your Petzval Lens and get the special aperture plates included for free! With estimated delivery in August (or even sooner), don’t miss out on securing your picture perfect portrait lens!

Have an account? Login | New to Lomography? Register | Lab | Current Site:

Férias lomográficas na europa

Ah, férias! O momento tão esperado do ano. Hora de relaxar e curtir tudo o que pode. Dessa vez, decidi fugir do verão do Rio e curtir o inverno na europa e claro, as lomos não poderiam ficar de fora.

Pois bem.. ao fazer as malas, não poderia esquecer as câmeras. Quando comprei minha primeira lomo, já deveria imaginar que não iria parar por ali. Durante um tempo, fiz uma coleção(7 câmeras) a qual sou bastante apegada. Então, com uma certa dor no coração, tive que escolher somente algumas pois ainda iria levar câmeras digitais e enfim.. era muita coisa.Optei pelas que mais uso: golden half, fisheye e sprocket. Reuní toda a família: câmeras, flashes e filmes e pé na estrada!(ou no caso, acima e avante!)

O primeiro destino foi Madrid. Já perdida no aeroporto que parece mais um labirinto, e sem noção de direção, somente com um mapa e informações básicas de ônibus, me aventurei pela cidade.
Chegando ao centro, peguei um ônibus de turismo e foi ótimo! Encantada com arquitetura e tudo tão lindo, revezava freneticamente as lomos tentando guardar aqueles momentos para mim. Como tinha adquirido a sprocket há pouco tempo(era a segunda vez que eu usava), fiz testes, usando a opção do tempo nublado e de sol pois não sabia ao certo o quanto a luz seria o suficiente. Estava usando o filme de iso 400, o que recomendam. Com o sol que costuma fazer no Rio, sei que seria mais que suficiente, tanto que na primeira vez que fotografei, testei um filme cromo de iso 200 na opção nublado(para compensar) e deu super certo! (http://www.lomography.com.br/magazine/reviews/2011/02/11/sprocket-rocket-x-filme-xpro-slide-200) Mas naquele dia, não achei o sol tão forte para me garantir que as fotos ficariam bem expostas na abertura 16. Enfim… algumas superexpostas e fui me acertando com o tempo.
O fato é que as pessoas me acharam muito louca com aquelas câmeras todas haha Eu nem liguei, valeu muito a pena. Somente lamentei não ver e explorar mais pois no dia seguinte deveria chegar ao meu destino final: Suíça.

Na terra dos chocolates e queijos pude relaxar e fotografar com calma. Encontrei uma kodak antiga de uma amiga e peguei emprestada para testar e adorei. Levava minhas câmeras para onde quer que fosse e fotografava o cotidiano, os passeios com amigos e as paisagens, claro!(me sentia na obrigação rs). A dificuldade que encontrava em fotografar era o dedo que congelava rapidamente(-20° não é brincadeira de criança! bem… para uma criança de lá, até pode ser mas com certeza não é para uma criança carioca).

Nessa mudança de país, clima, cultura, o que pude concluir foi:
Madrid – nesse dia, tive bons resultados de fotos com iso 400, na opção sol(sim, era o suficiente rs), na parte da manhã/início da tarde.
Suíça – no geral, o iso 800 era o mais recomendado, somente nas montanhas que o melhor era o iso 400, pois apesar de não ter sol no dia, a neve reflete muita luz. Outra coisa que pude reparar é que lá, as pessoas ainda não conhecem bem as câmeras lomo, me perguntavam, achavam diferente. Nesse caso, Madrid deu um "Ole! "pois as câmeras não só fazem bastante sucesso, como tem uma loja da Lomography.

Concluindo, seja nas viagens de férias ou no dia a dia, no calor ou no frio, sua câmera lomo é uma ótima companhia.
;D

written by vinunez

No comments yet, be the first

Where is this?

Nearby popular photos – see more