Have an account? Login | New to Lomography? Register | Lab | Current Site:

Bairro Alto by day

Normalmente os guias de viagem dão dicas de Bairro Alto "by bight" mas acho que para os lomógrafos é bem mais legal indiciar um passeio durante o dia.

Eu moro no olho do furacão em Lisboa: o Bairro Alto. É como se eu morasse numa mistura da Lapa com Santa Tereza, no Rio de Janeiro. Tem muitos bares e restaurantes, muita música, muita arte urbana, muita gente e o que mais interessa a nós, lomógrafos: muita coisa para fotografar.

A qualquer hora que você aparecer lá no ‘Bairro’ (é só assim que os lisboetas o chamam) vai ter alguma coisa acontecendo. Mas, ao contrário da maioria dos guias de viagens, eu vou recomendar um passeio durante o dia. Afinal, isso aqui é um artigo para lomógrafos, né? E, convenhamos, o melhor amigo das Lomos é o sol.

A arquitetura do Bairro Alto é tudo aquilo que você imagina quando pensa em Lisboa: casinhas e prédios pequenos, muito antigos e bonitos, ruas estreitas de paralelepípedos e uma charmosa decadência. Essa aí é a vista da minha rua, onde eu moro com outra lomógrafa, a minha namorada Marina (@marinam):

Mas, felizmente, o Bairro Alto não é só isso. E a combinação da arquitetura antiga com as lojinhas, os grafites e as pessoas “moderninhas” é o que transforma esse lugar numa parada obrigatória para qualquer viajante.

Se você só for ao Bairro à noite, vai perder muita coisa. Primeiro porque a imensa maioria das ruas é muito escura e você não consegue ver nem a arquitetura dos prédios, nem os grafites. Segundo, porque muitas lojinhas bacanas vão estar fechadas. Claro que é legal vir aqui à noite e “tomar uns copos” (expressão lisboeta para “encher a cara”). Tem um barzinho ao lado do outro, as ruas ficam lotadas de gente (apenas moradores e taxistas podem entrar de carro no Bairro). Não deixe de fazer isso também! Mas acredite em mim: se você quer tirar altas fotos no Bairro Alto (ô, trocadilho podre), apareça durante o dia.

Quando você vier ao Bairro, não precisa seguir um roteiro pré-estabelecido. O legal é justamente você se perder pelas ruazinhas. Mas, se quiser uma dica para começar, acho que a praça Luís de Camões (onde também fica a embaixada do Brasil) é uma boa pedida. De lá, suba a Rua do Norte para começar a exploração do local. Ali você já vai encontrar muita coisa de arte e de moda, seja dentro das lojas ou no meio da rua. A partir daí, é com você mesmo: saia clicando por onde sentir vontade. Depois, volte à noite. Se quiser, me mande uma mensagem pela lomography.com. A gente pode tomar uns copos e eu posso te dar as dicas de restaurantes que não dei dessa vez.

written by rodrigoalmeida

3 comments

  1. marinam

    marinam

    Awesome over awesome, ljube!

    over 3 years ago · report as spam
  2. rodrigoalmeida

    rodrigoalmeida

    Thanks :)

    over 3 years ago · report as spam
  3. felipemendes

    felipemendes

    Curti o artigo e as dicas de restaurantes.

    almost 3 years ago · report as spam

Where is this?

Nearby popular photos – see more

Nearby LomoLocations

Read this article in another language

This is the original article written in: Português. It is also available in: Spanish.