Petzval_header_october_2014
Have an account? Login | New to Lomography? Register | Lab | Current Site:

Parque Ibirapuera - São Paulo - SP

A loja da LomographyBR fica no Rio de Janeiro, bem ali em Ipanema. Bem por isso, aqui no site sempre vemos muitas fotos da praia e dos arredores, com muito sol e céu azul. São Paulo não tem praia, mas tem um belo parque, muito interessante fotograficamente. O Parque Ibirapuera tem muita coisa legal para ser vista, conhecida e, obviamente, fotografada e lomografada.

Pra começar uma rápida apresentação deste que vos escreve. Eu sou advogado em SP, mas também fotografo seriamente, faz vários anos. Transito desde a Lomografia até, por exemplo, o clássico preto e branco. Gosto de valorizar a estética, de criar um interesse para a imagem.

De vez em quando pego minhas Lomos (tenho várias delas, coleção que se iniciou com uma LCA “legítima”, das Russas, comprada pelo E-Bay, vinda lá da gelada Sibéria, e as levo para dar umas volats fotográficas por ai. E não é necessário que essas voltas sejam longas, distantes ou muito elaboradas. Um passeio pelo quarteirão de sua casa já pode render imagens interessantes.

Mas não é de nada disso que eu vou falar agora. Vou escrever sobre um lugar específico, bastante fotografado, mas também bastante fotográfico. É o Parque Ibirapuera, em São Paulo. No meio desta nossa selva de pedra, da correria urbana do nosso dia a dia, temos um belo parque, que atrai bastante gente, seja para praticar esportes, seja para passear ou descansar, seja para conhecer algumas das atrações culturais (temos o Pavilhão da Bienal, o MAM, a OCA, o Auditório, até mesmo o Planetário lá dentro).

Estamos falando de fotografia, não é? O parque tem vários caminhos, alamedas. É legal uma volta completa, com calma. Vá rodeando o grande lago (agora em época de Natal há um grande e concorrido show de “águas dançantes”), procure pessoas, sombras, árvores e flores. Atravesse a ponte de metal, dependendo do horário faça uma foto do lago com parte do skyline de SP ao fundo (ou espere para, no fim do passeio, pegar o por do sol dali). Siga pelo Auditório, com sua “língua” vermelha saindo do prédio branco, atravesse e veja a Oca, que pode parecer um disco voador, como comentaram sobre uma das minhas fotos. Logo ali ao lado, o MAM, que, além de museu, tem um simático e gostoso restaurante e uma lojinha. Ande por ali, procure esculturas, cantinhos, árvores, situações. Contemple o grafite dos Gemeos. Siga andando, vá ao Pavilhão da Bienal, que até o fim do mês estará ocupado por ela mesma, a Bienal de Arte, mas que vale a visita até vazio, com sua arquitetura especial, suas rampas e tudo mais.

Pare, tome um sorvete (afinal estamos num parque né). Há vários carrinhos espalhados. Faça uma foto também. Procure um ângulo interessante e vá em frente. Descendo e contornando o lago pelo outro lado procure o Pavilhão Japonês e logo depois o Planetário.

Nessa volta pelo parque, com certeza, você terá feito várias e interessantes fotografias. Com sol ou sem sol. Num dia azul ou cinza. Mude o olhar para cada situação e você se dará bem. Aqui tem um pouco da minha visão sobre o Parque. Na minha LomoHome tem mais alguma coisa, inclusive a visita que fiz a 29 Bienal de Arte de São Paulo.

Gostou? É de São Paulo? Está em São Paulo? Pretende vir a São Paulo? Dá uma voltinha lá pelo “Ibira” e posta aqui para vermos.

written by rickyarruda

2 comments

  1. carolestonon

    Fui visitar a 29ª Bienal e acabei encontrando minha Diana Mini na lojinha do MAM :D
    almost 4 years ago · report as spam
  2. rickyarruda

    rickyarruda

    que legal, carol! mostra as fotos pra gente!
    almost 4 years ago · report as spam

Where is this?

Nearby popular photos – see more

Nearby LomoLocations