A (des)construção de Curitiba.

Uma caminhada fotográfica experimental por alguns pontos turísticos de Curitiba, utilizando vários tipos de filmes ( preto e branco, slide, redscale) e muita dupla exposição.

Os pontos turísticos de Curitiba para esse álbum foram fotografados com uma LOMO LCA+ com splitzer uma Canon AE1, a ideia foi de desconstruir a imagem através da múltipla exposição, e construir uma nova com os fragmentos da exposições sobrepostas.

Credits: crossbrasil

As imagens criadas são influência do movimento modernista brasileiro, mais precisamente do trabalho de Geraldo de Barros, artista que também utilizava a fragmentação da fotografia para criar novas imagens.

Apesar da imprevisibilidade dos resultados, as imagens foram planejadas antes da criação. Observou-se o lugar a ser fotografado, a sua forma, a luz, os reflexos, etc. Nesse processo analógico e experimental as imagens sempre nos surpreendem com algo a mais, que ocorre por algum fator sem controle, que extrapolam nossa técnica e imaginação.

Credits: crossbrasil

Os pontos escolhidos foram: Museu Oscar Niemeyer (MON), Centro histórico, largo da ordem, jardim botânico, torre da oi.

written by crossbrasil on 2013-10-28 in #world #locations #processo-cruzado #redscale #multipla-exposicao #caffenol #caminhada #curitiba #aventuras-urbanas

More Interesting Articles