Fábricas e moinhos abandonados

Perto de Lisboa, na margem sul do Rio Tejo, encontrará uma cidade industrial chamada Barreiro. Foi uma cidade que, durante muitos anos, vivia de grandes fábricas e indústrias estabelecidas no meio dos anos 60. Atualmente, a maioria das fábricas fecharam ou estão desativadas, mas a cidade continua a carregar a herança pesada de ser um dos locais mais poluídos do país.

A maioria da sua população trabalha do outro lado do rio, em Lisboa. Todos os dias, milhares de pessoas atravessam as águas calmas do Tejo de barco ou de carro, através de uma das duas pontes que ligam a margem sul à capital de Portugal. A cidade do Barreiro, em si, tem pouco interesse e o seu planeamento urbano é descuidado. No entanto, a vista sobre o rio e Lisboa é deslumbrante.

Inexplicavelmente, o centro da cidade não está bem cuidado, estando inclusive abandonado em algumas zonas. É o que acontece na área onde se situam os antigos moinhos, abandonados e sem funcionarem, há muito tempo. É um esconderijo com o seu charme próprio, apesar de ter sofrido do esquecimento dos políticos e população, através dos anos. Poderia ser uma zona de espaços verdes com bares e áreas de lazer, mas continua a ser um local esquecido e abandonado, onde algumas crianças brincam às escondidas dos pais.

written by isasebastiao on 2012-08-27 in #world #locations #art #analog #culture

More Interesting Articles